Pesquisar
Português
  • English
  • 正體中文
  • 简体中文
  • Deutsch
  • Español
  • Français
  • Magyar
  • 日本語
  • 한국어
  • Монгол хэл
  • Âu Lạc
  • български
  • Bahasa Melayu
  • فارسی
  • Português
  • Română
  • Bahasa Indonesia
  • ไทย
  • العربية
  • Čeština
  • ਪੰਜਾਬੀ
  • Русский
  • తెలుగు లిపి
  • हिन्दी
  • Polski
  • Italiano
  • Wikang Tagalog
  • Українська Мова
  • Outros
  • English
  • 正體中文
  • 简体中文
  • Deutsch
  • Español
  • Français
  • Magyar
  • 日本語
  • 한국어
  • Монгол хэл
  • Âu Lạc
  • български
  • Bahasa Melayu
  • فارسی
  • Português
  • Română
  • Bahasa Indonesia
  • ไทย
  • العربية
  • Čeština
  • ਪੰਜਾਬੀ
  • Русский
  • తెలుగు లిపి
  • हिन्दी
  • Polski
  • Italiano
  • Wikang Tagalog
  • Українська Мова
  • Outros
Título
Transcrição
A Seguir
 

Coma de Acordo com Seu Carma, Parte 3 de 6

2024-06-15
Lecture Language:English
Detalhes
Download Docx
Leia Mais

E mesmo nos velhos tempos, muitos dos sacerdotes viviam no deserto. Eles não tinham comida. Eles apenas comiam tipo pão seco e apenas o mergulhavam na água, e isso era tudo que eles comiam. E talvez algumas tâmaras, que eram fáceis de armazenar e guardadas por muito tempo. […] E esses padres e monges ou monjas só queriam ficar sozinhos, orar para Deus, sentir o Amor e a Bênção de Deus, que Deus os abençoará. Eles só queriam estar sozinhos com Deus. Quer eles já fossem altamente iluminados ou não, o nobre ideal, o objetivo elevado é chegar a Deus, conhecer a Deus, amar mais a Deus, e ser iluminado a este respeito. […]

Se você realmente quer comer só uma vez por dia, ou comer de forma simples – o tipo de vegetais sem dor que eu listei para você, nem todos eles... Não tenho tempo para pensar em muitas coisas. O trabalho da Supreme Master Television, fisicamente, ocupa muito do meu tempo. Muitas, muitas – muitas horas - e eu faço outras coisas também. Até a fotografia leva muitas, muitas horas apenas para você desfrutar por alguns segundos e alguns minutos. Minha equipe trabalha muito e é claro que estou trabalhando com eles. Mas acho que a lista (de alimentos sem dor) que listei para mim já é suficiente para eu mesma viver. Isso funcionou. Funciona até agora.

E se você não quiser tudo isso, você pode até comer arroz integral, gergelim e algumas frutas – melões, aquelas frutas sem dor. Então você também está ok e se sentirá satisfeito. Você também se sentirá alegre, de pés leves; você será feliz. Mas é claro que, se você estiver em alguma situação em que não tenha esses alimentos e tenha outros alimentos, vegano, é claro, então você pode incluir alguns. Sim. Mas se você se preocupa em não ter nutrição suficiente, é uma preocupação muito desnecessária. Você também pode comer arroz branco com os vegetais e frutas que listei, mesmo que a lista não esteja completa, é o suficiene. Meu Deus, não vivemos para comer, comemos para viver.

E mesmo nos velhos tempos, muitos dos sacerdotes viviam no deserto. Eles não tinham comida. Eles apenas comiam tipo pão seco e apenas o mergulhavam na água, e isso era tudo que eles comiam. E talvez algumas tâmaras, que eram fáceis de armazenar e guardadas por muito tempo. Eles apenas aceitavam talvez fornecimento de alimento para seis meses, o suficiente para sobreviver. E esses padres e monges ou monjas só queriam ficar sozinhos, orar para Deus, sentir o Amor e a Bênção de Deus, que Deus os abençoará. Eles só queriam estar sozinhos com Deus. Quer eles já fossem altamente iluminados ou não, o nobre ideal, o objetivo elevado é chegar a Deus, conhecer a Deus, amar mais a Deus, e ser iluminado a este respeito.

No Himalaia também, muitos monges Hindus apenas comiam qualquer comida seca que eles poderiam armazenar nas montanhas do Himalaia – muito alto, longe de tudo. Talvez apenas um pouco de arroz e dahl, as lentilhas que eles podem cozinhar com um pouco de sal, e talvez um pouco de tempero, se eles tiverem. Senão, é só disso que eles vivem. Pois nas profundezas do Himalaia, como Gaumukh, a neve cobrirá toda a estrada ou qualquer acesso por pelo menos seis meses. Então, durante seis meses, ninguém é capaz de ir para Gaumukh – uma região tão profunda e alta do Himalaia – para fornecer qualquer comida ou qualquer coisa. Talvez alguns desses monges também viviam do ar, como respiratorianos ou aquarianos; é mais fácil e simples para eles estarem longe do mundo, para que possam desfrutar da felicidade com Deus ou contemplar Deus.

Seria melhor se eles já tivessem um Mestre que lhes transmitisse o Método de Libertação, e então eles continuam a ficar longe dos outros para que eles tenham acesso mais fácil, contemplação mais fácil. Mas eles não fazem muito em tal região. E em tal área, o ar é puro, a energia é pura – nenhum tipo de perturbação, nenhum humano para ir lá também para trazer comida ou adorá-los, perturbando sua paz. É por isso que eles queriam ficar tão longe de tudo. Eu gostaria de poder também, porque, eu me lembro, quando eu estava no Himalaia, foi o melhor momento que tive. Nunca senti nenhum problema. Nunca me preocupei com nada. Eu nem pensei nas palavras “paz” ou “perturbação”. Não houve tal situação ou pensamento ou atitude ou relação mental com isso. Você apenas vive sua vida. Você se sente tão bem. Você não pensa em nada outra coisa neste mundo. Você nunca quer mais nada neste mundo.

Mesmo naquela época eu não tinha muito dinheiro. Eu já te disse, eu só poderia comer um pouco de chapatis (veganos) todos os dias, uma vez à noite, quando eu voltava para minha cabana, a cabana de barro. E depois talvez uma samosa (vegana) pela manhã quando eu passava pela idosa que fazia tais samosas (veganas) celestiais que nunca provei tão bem em nenhum outro lugar. Isso foi em Rishikesh. Não foi a parte mais alta do Himalaia. Você tem que subir mais alto para Gaumukh. Então será o último do Himalaia que você pode alcançar. Mais adiante, não sei se algum monge ou monja ficaria. É mais difícil acessar lá. Agora, eu não me tornei um asceta intencionalmente lá. O mesmo que em um retiro; é do jeito que é.

Na tradição Budista, quando você está em retiro por três meses todos os anos, você só tem que ficar sozinho ou estar com pessoas semelhantes da sua comunidade. Você não come mais do que isso. Talvez na época do Buda, eles tinham mais comida. Mas no meu tempo, eu estava sozinha na parte de trás do templo, que é a sala usada para as cinzas dos crentes Budistas que estão mortos. E então os parentes os levavam lá para que eles possam ouvir os monges na frente – um pouco distante abaixo do templo – que recitam os sutras para ajudá-los a ter paz e serem libertados do inferno ou de qualquer existência desfavorável. Eu não tinha ninguém para trazer comida para mim todos os dias. Eu não queria. Claro, eu poderia ter pedido aos monges lá embaixo para ajudar a trazer comida para mim mas eu não queria. Havia algumas pessoas que queriam me visitar. Eu também recusava, exceto uma ou duas vezes por meus próprios discípulos. Naquela época, eu tinha alguns discípulos, e eles vinham me visitar no final porque eles traziam algumas pessoas novas para iniciação. Eu não queria ver muitas pessoas. Eu não queria ver ninguém. Portanto, eu pegava apenas gergelim e arroz integral.

Na primeira semana, tomei um pouco de suco de laranja trazido para mim junto com aquele mantimento. Mas depois, não sobrava mais, então apenas gergelim em pó, arroz integral, e sal, claro, ou um pouco de molho de soja. Provavelmente um pouco de molho de soja também, mas no final, só sal. E eu sobrevivi e não senti ruim ou doente ou qualquer coisa. Pelo contrário, quando eu saí para o mundo a pedido de pessoas saudosas, aí comecei a ter um pouquinho de problema aqui e ali, e depois às vezes quase fatal. Poderia ter sido fatal, mas então Deus ainda queria que eu vivesse, para continuar a trabalhar. Talvez seja por isso que eu sobrevivi a muitas tentativas de assassinato, muitas vidas e condições médicas de morte, e doenças físicas. Mas não é o ascetismo que me trouxe até onde estou ou me ajudou de alguma forma. É a conveniência disso que permite que você fique sozinho e silencioso para que você possa continuar a contemplar em sua meditação interior e não ser perturbado ou distraído por qualquer tipo de interferência mundana. Isso é tudo.

Mas eu não – eu enfatizo – eu não defendo o ascetismo como uma forma de forçar seu corpo apenas para sentir que você pode; claro que você pode. Mas não tente se forçar demais em problemas, certo? Eu só quero lhe dizer, se você quiser fazer menos refeições ou refeições menos problemáticas, então você pode tê-las mais simples. Mas não se force. Ok? Se o seu corpo não suportar, pare imediatamente e volte lentamente ao normal. Não pule imediatamente de um extremo para o outro - o tipo de vida relaxante, mas sempre seja vegano. Não porque você tem medo apenas do carma, mas principalmente porque não queremos machucar nenhum ser.

Até mesmo os seres animais – eles não se parecem conosco, mas eles são almas. Eles têm almas neles e têm uma conexão espiritual com o Universo. Muitas pessoas-animais sabem mais do que nós, humanos, jamais saberemos. Eles têm uma sensação aguda de saber coisas que acontecerão antes mesmo de acontecerem. Eles podiam ver através de você. Eles podem prever o que você terá como problemas ou como um acidente. E eles tentam avisá-lo muito, mas a maioria dos humanos não consegue ouvir o povo-animal falar.

Às vezes você vê uma pessoa-animal de repente pulando em torno de você e perturbando você assistir TV, porque aquela pessoa-animal sabe que aquele programa lhe trará um carma ruim, um fardo, por exemplo assim. Meu povo-cão sabe disso. Muitos tentam me impedir muitas vezes, mas porque tenho que trabalhar, tenho que conhecer o mundo para cuidar do mundo, então tenho que me sacrificar. Mas se você não precisa, você não deve.

Não assista a muitos programas mundanos, especialmente aqueles filmes e programas violentos. Eles são muito, muito ruins para você. Eles esgotam sua energia. Eles o arrastam para um nível mais baixo, mesmo que você já esteja em um nível superior. Eles te deixam doente. Eles te deixam mal. Eles perturbam sua capacidade mental e tudo mais, especialmente se você assistir à noite, quando precisar dormir. Mesmo se você for uma pessoa noturna, é melhor não abusar demais de si mesmo – mentalmente, psicologicamente, emocionalmente, sabiamente, porque a noite é uma hora de descansar, um tempo para meditar e contemplar as dimensões mais altas e mais elevadas do Universo, mais perto do Céu, mais perto de Deus.

A noite é o tempo da força negativa, que está vagando e perturbando sua paz, sugando sua energia, até influenciando você a fazer errado, criando assim um carma ruim para você e/ou outros, consequentemente!

Photo Caption: Fica Escondida, nas Profundezas da Floresta, Tão Humilde, Dificilmente Notada, Mas Pode Sobreviver Durante o Verão e o Inverno!

Baixar foto   

Assista Mais
Todas as partes  (3/6)
1
2024-06-13
3390 Visualizações
2
2024-06-14
2708 Visualizações
3
2024-06-15
2433 Visualizações
4
2024-06-16
2193 Visualizações
5
2024-06-17
2359 Visualizações
6
2024-06-18
2103 Visualizações
Assista Mais
Últimos Vídeos
2024-07-22
658 Visualizações
2024-07-21
12797 Visualizações
29:24

Notícias de Destaque

2 Visualizações
2024-07-21
2 Visualizações
2024-07-21
1 Visualizações
2024-07-21
1361 Visualizações
2024-07-20
1462 Visualizações
Compartilhar
Compartilhar Para
Embutir
Iniciar em
Download
Celular
Celular
iPhone
Android
Assista no navegador do celular
GO
GO
Prompt
OK
App
Escanear o QR code, ou escolha o sistema de telefone certo para baixar
iPhone
Android