Para metano, gado é mais prejudicial do que carvão.-27 Julho 2008  
email to friend  E-mail this to a Friend   If you want to add this video in your blog or on your personal home page, Please click the fallowing link to copy source code  Copy source code   Print
Play with flash player Play with windows media ( 28 MB )

Para metano, gado é mais prejudicial do que carvão.

Dr. Barry Brook é o diretor do Instituto de Pesquisa para Mudança Climática e Sustentabilidade na Universidade Adelaide em Austrália. Um estudo que ele conduziu descobriu que uma tonelada de gás metano na atmosfera tem o mesmo efeito de aquecimento como 72 toneladas de dióxido de carbono. Eles descobriram que o principal problema origina no metano produzido pelas grandes populações de ruminantes animais tais como gado, ovelhas e cabra. Dr. Brook explicou mais numa entrevista com a Supreme Master Television:

Dr. Barry Brook, Diretor, Instituto de Pesquisa da Mudança Climática e Sustentabilidade, Universidade Adelaide, Austrália: Indústria de gado, indústria de animais da Austrália, libera atualmente cerca de 3 milhões de toneladas de metano por ano. Enquanto nossas estações de energia movidas a carvão liberam cerca de 180 milhões de toneladas de CO2. Então parece que estações de energia movidas a carvão contribuem muito mais do que nosso gado contribuem para o aquecimento global.

Mas se você pensa que metano acumula 72 vezes o ponche (impacto) de CO2 durante um período de 20 anos, então durante as próximas 2 décadas, você multiplica 3 por 72, é muito fácil perceber que nosso gado e carneiro na verdade contribuem mais para o aquecimento global que nossas estações de energia de queima de carvão. Então isto é um fato vastamente subestimado.

VOZ: Dr. Brook acredita que metano é a metade esquecida na questão da mudança climática e merece mais atenção, especialmente em curto termo. O efeito de redução do número de criação de gado, por exemplo, poderia ser visto em alguns anos. Ele destacou a necessidade por imediata ação.

Dr. Barry Brook: Há um risco enorme que o problema será retirado das nossas mãos. Mesmo se temos todo o dinheiro que gerações futuras são prováveis a gerar através do elevado crescimento econômico, isso não será capaz de puxar o sistema climático de volta naquele ponto. Então estamos num ponto crítico crucial social, e estamos num ponto crítico crucial ao ambiente agora mesmo. Agora é o momento de tomarmos ação. É urgente!

VOZ: Obrigado Dr. Barry Brook e seus colegas pela preocupação planetária que você tem traduzido na sua diligente pesquisa. Juntamos a você e muitos outros em chamar para parar as emissões de metano agora.

http://www.naturalnews.com/023673.html

Físicos famosos usam seus talentos para elevar a consciência em aquecimento global.

Dr. Tian-Yow Tsong é um famoso pesquisador físico molecular e recebedor do Prêmio de Ciência  Presidencial de 2007 de  Formosa (Taiwan). Com aquecimento global como a questão mais urgente do mundo, Dr. Tsong, que também é um especialista em ciência do clima, frequentemente conversa com todos de companheiros professores a estudantes da escola secundária. Supreme Master Television falou com Dr. Tsong depois de uma das suas apresentações designadas “Aquecimento Global – Uma Verdade Inconveniente,” inspirado pelo laureado Nobel e ex-vice  presidente dos EUA Al Gore.

Para mais informação sobre a palestra do Dr. Tsong, por favor visite www.phys.sinica.edu.tw/~tsongtt

Supreme Master TV: De acordo com a sua pesquisa de longo termo e entendimento, quão crítico está a situação do aquecimento global hoje?

Dr. Tian-Yow Tsong do Instituto de Física, Academia Sinica (M): A precisa evidência está no derretimento do gelo nos pólos Norte e Sul. Este derretimento é muito rápido o gelo não derreteria de pequenas mudanças pois suas temperaturas são constantes devido à sua massa enorme. Então, esta é uma evidência muito precisa. Tome a passagem do noroeste no Ártico, por exemplo; cientistas do clima estão preocupados que poderia ser transitável neste ano.

Supreme Master TV: O que nós, pessoas comuns, podemos fazer para responder ao aquecimento global?

Dr. Tian-Yow Tsong: Certamente, criação animal gera muito metano e também outros gases. Se você come menos carne, certamente você pode reduzir suas emissões de carbono. Eu acho que o IPCC (Painel Intergovernamental em Mudança Climática) tem feito uma estimativa muito boa.

VOZ: Apreciamos seus esforços, Dr. Tsong, conforme você usa sua  função como um cientista e co-cidadão a estimular boas ações na sua comunidade. Que valiosas conversas tais como as suas ajudem a trazer mais adiante mudanças ecos-conscientes em Formosa e por todo o mundo.

Crise global de alimento é resultado da mudança climática.

Ministro nigeriano do Ambiente, Habitação e Desenvolvimento Urbano Halima Tayo Alao discursou com um grupo de jornalistas em falar sobre como a mudança climática afeta a crise global de alimento. Detalhando os modos que a desertificação, aridez, e desflorestamento degradam mais adiante a terra, Ministro Alao expressou preocupação sobre como os continentes africanos sofrem as maiores conseqüências do aquecimento global. Ela chamou as nações desenvolvidas para ajudarem com a adoção do financiamento e também falou sobre uma companhia de consciência, a informar o público nas questões de adaptar e mitigar essas condições.

Ministro Alao, estamos gratos pelo seu informativo e preocupado relatório nas realidades da mudança climática encarada pelos nigerianos hoje. Abençoado sejam seus esforços em mobilizar ação global para a estabilidade e segurança de todo povo.

http://allafrica.com/stories/200807250507.html?page=2

Ameaças vitais da mudança climática nas ervas marinhas.

 De acordo com o recente relatório lançado pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) da Suíça, campinas de ervas marinhas, as regiões de florescência de plantas encontradas nas águas rasas do oceano por todo mundo, estão respondendo desfavoravelmente ao aquecimento global. Especialista do IUCN Mats Bjork disse: “Habitat das ervas marinhas já estão declinando devido ao aumento das temperaturas da água, crescimento de alga (erva marinha) e redução da luz, são todos os efeitos do aquecimento global.” Com espécies marinhas que são dependentes das ervas marinhas para tudo de abrigo à comida, sua preservação é essencial.

Nossa profunda apreciação, IUCN pelas suas perspectivas sobre a sobrevivência desta pequena mas essencial beleza  do mar. Que todos prestemos atenção nesses gentis avisos tais como esse e agirmos imediatamente para cuidar de todas as vidas pelos seus papéis vitais no nosso ecossistema.

http://www.reuters.com/article/environmentNews/idUSL2459665520080725

Floresta Amazônica poderia não ter salvação mais cedo do que previsto.
 
Um recente relatório pelo grupo de conservação global WWF, “Ciclos Cruéis da Amazônia: Seca e Incêndio.” indica que o desflorestamento e mudança climática poderiam fazer com que quase 60 por cento da maior floresta do mundo desapareça ou seja severamente danificada no ano 2030. Dizendo que restam apenas 15-20 anos antes de passar o ponto irreversível, o WWF declara que devemos tomar ação para parar ambos o aquecimento global e a destruição da floresta.

Muito obrigado, WWF, por esse significante relatório sobre a saúde da lendária Amazônica. Que as apropriadas ações sejam tomadas imediatamente para salvar toda nossa floresta e estabilizar o clima global